INVOCAÇÃO DO SENHOR MAITREYA
AO "ANEL DE FOGO BRANCO QUE NADA PASSA"


Maitreya nos ensina que podemos fazer uma invocação de proteção, sempre que houver uma ameaça das forças do mal. Ficamos muito vulneráveis a ataques, sempre quando vamos dormir, manter relações sexuais consagradas em matrimônio, ou quando enfrentamos alguma força maligna, por exemplo.

Ele explica que os demônios não podem entrar dentro deste circulo invocado, e o Anel de Fogo Branco é um escudo muito poderoso. Os demônios ficam do lado de fora e você poderá dormir em paz dentro do circulo.

Enquanto invoca, visualize uma parede de fogo branco a sua volta, ao redor de sua cama, de seu carro, de sua casa, etc..

Se tiver de passar por um lugar onde tem muita magia negra ou magos negros, invoque o anel de imediato, e siga seu caminho confiante, eles nada poderão fazer.

A invocação: Em nome do Pai, do Filho, do Espírito Santo e da Mãe Divina, Eu invoco aqui e agora, o Anel de Fogo Branco, que nada passa, do Coração do Amado Senhor Maitreya, para que seja colocado ao meu redor, e ao redor da . . . (minha casa, domeu filho, do meu carro...) . . . Queimando e consumindo, queimando e consumindo, queimando e consumindo, em seu interior, tudo que for impuro e anti-Deus ou contra o meu plano divino manifestado.

Selamento:    Está feito, está selado, está terminado. (3x)
                    Em nome do Pai, do Filho, do Espírito Santo e da Mãe Divina,

Elizabeth Clare Prophet, mensageira da Grande Fraternidade Branca, transmitiu este ensinamento dado por Maitreya, para a proteção dos Filhos de Deus, viventes da Terra.

do site: www.eusouluz.com.br


Copyright © Paulo Rodrigues Simões - 2004 - Todos os Direitos Reservados - Autorizamos a reprodução do conteúdo desta página em outras páginas da web,  para fins de estudo, exclusivamente. Porém, comunicamos que as nossas obras estão protegidas pela lei dos direitos autorais, o que nos reserva o direito de exigir a indicação dos nomes dos autores e a  fonte das obras utilizadas em estudos.

Ao utilizar nossos textos, indique sempre o web site - www.eusouluz.com.br


Voltar