A ORAÇÃO DOS CINCO DEDOS


1. DEDO POLEGAR: o dedo polegar é aquele que está mais próximo de ti. Assim, começa a rezar por aqueles que estão mais unidos a ti. São aqueles que mais facilmente recordamos. Rezar pelos que amamos é uma "tarefa doce".

2. DEDO INDICADOR: reza pelos que ensinam, instruem e curam. Para conduzirem os outros na direção correta, eles necessitam de apoio. Mantém-nos presentes na tua oração.

3. DEDO MÉDIO: é o mais alto, faz-nos recordar os nossos líderes, os governantes, aqueles que detêm a autoridade. Eles necessitam da direção divina.

4. DEDO ANULAR: o do anel. Surpreendentemente, este é o nosso dedo mais débil. Lembra-nos o dever de rezarmos pelos fracos, doentes ou atormentados pelos problemas. Eles precisam das tuas orações.

5. DEDO PEQUENO: Finalmente, temos o menor dedo de todos. O mindinho deveria fazer-te recordar que deves rezar por ti mesmo. Depois de teres rezado pelos outros quatro grupos de pessoas, então as tuas próprias necessidades aparecerão numa perspectiva correta e estarás preparado para rezar por ti mesmo, de modo mais adequado.

Jorge Mario Bergoglio
Papa Francisco I


Voltar