"MUITO OBRIGADO" x "EU ESTOU GRATO"


Por que nós brasileiros dizemos “obrigado” ao invés de “agradecido ou grato”?

Em uma pesquisa na Internet descobri nos sites especializados em língua portuguesa, que este assunto é campeão nas perguntas enviadas a tais sites.

Somos educados a dizer a palavra OBRIGADO, ou pior ainda, MUITO OBRIGADO, quando na verdade queremos dizer apenas a palavra GRATO ou AGRADECIDO.

Obrigado, obrigada, agradecido, grato, thank you, gracias, merci, grazie, danke!

De onde vem o "obrigado"? e como é que passamos de "Estou agradecido" a "Muito Obrigado"?

A palavra “obrigado” vem do verbo obrigar. E seguindo a lógica, quando uma pessoa se sente agradecida pelo gesto de outra, sente também a obrigação de agradecer. Ao receber uma ajuda, o ajudado sente-se obrigado a devolver a ajuda recebida.

Mas o que é melhor, dizer? AGRADECIDO ou OBRIGADO? Cada palavra deve ser utilizada na devida situação.

“Eu estou agradecido" ou “Eu estou grato” deve ser utilizado em um momento onde estamos recebendo um serviço pelo qual estamos pagando, e nada deveremos pelo favor. Ou em coisas corriqueiras dentro de casa. - Mãe, traz um copo de água para mim? Ela traz a água e eu digo: - Grato Mãe!

A gratidão é o reconhecimento de uma pessoa por alguém que lhe prestou um benefício, um auxílio, um favor, um serviço, mas, sem a obrigação de retorno, afinal, já pagamos pelo serviço ou somos irmãos atuando uns pelos outros.

A gratidão é uma emoção que envolve um sentimento de alegria e graça e até quem sabe, uma emoção positiva em direção à outra pessoa. O próprio agradecer é como uma benção de boas energias que são a paga pelo serviço prestado. Uma paga de amor em forma de energia.

A palavra "obrigado" vem do latim, “obligatus” particípio do verbo obligare, ligar, amarrar.

Quando nos tornamos devedores de outrem por serviço que nos foi prestado, criamos um elo de ligação, mesmo que momentâneo.

Esta palavra é usada quando se quer dizer a alguém que se sente obrigado a retribuir um favor que lhe foi prestado. Conota uma sensação de obrigação, um condicionamento, algo que deve ser pago, retornado ao emitente.

“Estou obrigado” ou “Muito Obrigado”, só devemos dizer isso, quando conscientemente queremos reencontrar aquela pessoa e pagar na mesma moeda, devolvendo-lhe o favor ou algo similar.

Quando agradecemos dizendo: OBRIGADO, a alguém, estamos dizendo na verdade, que nos sentimos obrigados para com a pessoa, isto é, que passamos a ter uma obrigação para com o outro.

Criamos um elo que um dia terá de ser resgatado! Como vemos, o simples OBRIGADO, implica um "fico-lhe devendo", "tenho uma obrigação para com você". Os ingleses fazem algo parecido, quando dizem "I am obliged to you for ...". O brasileiro quando quer pagar pelo favor, diz "Te devo uma".

Como a palavra tem poder, isso fica registrado!

Como os chelas dos mestres ascensos buscam a libertação, e assim sendo, precisamos aprender a falar corretamente para não sermos obrigados a renascer em uma outra encarnação, somente para pagar por uma obrigação prometida a alguém.

Agora fique claro que eu não estou afirmando aqui, que todas as vezes que vocês disseram obrigado para alguém, os fará reencontrar esta pessoa, isto seria humanamente impossível, digo apenas que esta é uma palavra que cria laços. Laços estes que nem imagino as consequências. Não tenho um texto dos mestres ensinando sobre isso, mas sei que o ideal é utilizar a palavra correta. E com certeza o ideal é falar o que realmente ocorre a cada situação.

Em seu ditado dado a Elizabeth Clare Prophet na Perola de Sabedoria Vol. 21, No. 14, o Elohim Cyclopea, Elohim do 5º raio nos ensina que precisamos aprender a dizer, quando alguém nos faz um favor, ou um trabalho: “- Grato, aprecio seu serviço”.

E quando alguém nos disser, “grato” precisamos devolver o espiral dizendo: “seja bem-vindo”.

Ele nos ensina que se nós não desenvolvermos este hábito de dizer: “seja bem-vindo”, um ao outro, nós negligenciaremos a dizê-lo a Deus.

Quando Deus disser a nós, “grato” precisamos estar prontos para dizer: “- Seja bem-vindo, Senhor.” Pois na frase “seja bem-vindo,” acontece a abertura do nosso coração e o Senhor entra nele.

E portanto, “seja bem-vindo”, é uma frase muito importante. Não é a mesma coisa que dizer: “De nada” ou “não foi nada”, pois isto é simplesmente “nada.”

Mas quando damos as boas-vindas do Cristo, dizemos: “seja bem-vindo”, e com estas palavras recebemos o Cristo da outra pessoa, de nossos vizinhos, de nossos amigos, da nossa família em nossos corações.

Nosso amado mestre ascenso Lanello tem uma linda oração onde utiliza a palavra Grato:

O título é: - EU ESTOU AGRADECIDO – por Lanello

Ó poderoso coração de Deus tão puro,
EU SOU Grato agora a Ti,
Ó braços graciosos de Luz segura,
EU SOU Grato então por ser,
Ó aliança repleta de Amor, perdure,
EU SOU Grato por ser livre.

Grato, Grato, Grato
Sou Eu pelo Teu Amor, 
Grato, Grato, Grato
EU SOU Ó Deus no Alto,
Grato, Grato, Grato
SOU EU em Teu nome,
Grato, Grato, Grato
EU SOU por cada Chama divina.

Tradução da Oração do livro de decretos da The Summit Lighthouse - Paulo R Simões

--------------------

Vamos colocar este ensinamento em pratica!
Agradeço a atenção de todos vocês!

Vitória Sempre na Luz de Deus!
Paulo R. Simões

Uma aula do Grupo de Estudos Virtual EuSouLuz – www.mestreelmorya.com.br

 


Voltar