IMORTALIDADE MANIFESTADA


Pela lei do livre arbítrio, cada homem é autoridade em seu próprio mundo, e tem o direito de determinar aquilo que ele irá admitir na esfera de sua consciência.

Sabemos que o pensamento e sentimento do eu inferior tanto quanto o pensamento e sentimento do mundo são os inimigos mortais da Imagem do Eu Real, do Eu Superior.

O homem deve manter-se em vigília, pronto a qualquer momento para soar o alarme e invocar as forças celestiais para defender a cidade de sua consciência, a cidade quadrangular.

Ignorante do decreto divino que o tornou árbitro de seu próprio destino, o homem com frequência, permite que o pensamento e o sentimento das massas venha obstruir a porta de seu melhor lado.

Contemplando sua vida como um produto do destino ou como o capricho de um Deus injusto, ao invés de compreender que isso é o produto de seus próprios pensamentos, palavras e ações. O homem falha em exercitar sua oportunidade de polarizar a energia do Bom Deus no seu microcosmo.

Ao invés disso ele espera que as coisas "aconteçam" em sua vida como um espectador, olhando o mundo passar. Ele permite a si mesmo reafirmar a imagem sintética, que nega a expressão do homem Real, criado à imagem e semelhança de Deus na luz e com potencial ilimitado.

O verdadeiro convênio da Lei, a aliança que Deus fez com o homem, estabelece entre Deus e o homem o verdadeiro princípio que torna possível a interação entre o microcosmo e o macrocosmo, assegura ao homem a total proteção da lei cósmica se ele obedecer os mandamentos e manter a si mesmo separado do mundo " James 1:27"

Desobedecer, principalmente o primeiro e o segundo mandamentos (Amar a Deus acima de tudo e ao próximo como a si mesmo) rompe a aliança entre Deus e o homem, impedindo o fluir livre da energia de retidão entre o Criador e a criatura, entre o oceano e a gota.

Da mesma forma que Gedeão atirou fora o altar de Baal, Judas 6:25 - 28, assim o homem deve rasgar os véus da imagem sintética, e de uma vez por todas, o ídolo que ele colocou sobre o altar do ser, pode ser mostrado pelo que ele é e depois quebrado.

Através da absoluta devoção ao Deus vivo o homem deve determinar-se a alegremente manifestar sua própria imortalidade, estar em paz, ser pureza em ação e atingir o Grande Sonho Cósmico de Deus, o qual o Eu Real nunca irá impedir.

Em pensamento, palavra e ação o homem deve determinar-se a manter sua sagrada aliança com Deus, permitindo somente as impressões da imagem Real passarem através do portão da sua consciência.

Tudo o mais é idolatria. Mas devoção e determinação são apenas os primeiros passos. O homem precisa ter o conhecimento e a espada. Mas deveria o homem procurar atingir um estágio de perfeição em um mundo imperfeito?

Através da fervente invocação ao espírito de Realidade, a imagem Real de Deus pode ser trazida aqui para baixo vinda do reservatório do macrocosmo para dentro da piscina do microcosmo, permitindo as energias destes dois mundos fluírem livremente, sobre o padrão da figura 8, o homem perceberá uma inigualável transfiguração acontecer.

Quando as energias do microcosmo entram no macrocosmo elas assumem as qualidades do Eu Real. Estas energias, purificadas então, retornam para o microcosmo, através da figura 8, para restabelecer no mundo da forma, a identidade original do homem, a qual era sua "no começo".

Este é o ritual de se "pôr fora o velho homem e colocar no lugar o novo". Gal. 3:9 - 10.

Jesus ensinou essa lei aos seus discípulos e como fazer isso funcionar através do poder da palavra falada e do nome de Deus Eu Sou.

Ele deu-lhes as afirmações transfiguradoras, as quais todos podem usar para magnetizar o amor da Grande Fonte de Vida que destranca o vivo potencial da alma.
--------------

Afirmações Transfiguradoras de Jesus Cristo

EU SOU O QUE EU SOU
EU SOU a Porta Aberta que nenhum homem pode fechar
EU SOU a Luz que iluminou todo homem que veio ao mundo
EU SOU o Caminho
EU SOU a Verdade
EU SOU a Vida
EU SOU a Ressurreição
EU SOU a Ascensão na Luz
EU SOU a satisfação de todas as minhas necessidades e carências do momento.
EU SOU a abundância de suprimentos derramada sobre toda Vida
EU SOU a visão e audição perfeitas
EU SOU a perfeição do ser manifestado
EU SOU a ilimitável Luz de Deus manifestada por toda parte
EU SOU a Luz do Santo dos Santos
EU SOU um filho de Deus
EU SOU a Luz na sagrada montanha de Deus.
-------------------

Quando o homem pronuncia o nome de Deus nesta forma de afirmação do seu verdadeiro Ser, ele está tomando conhecimento no microcosmo, do potencial macrocósmico da sua Imagem Real.

Ele está demonstrando o princípio da coexistência cósmica - do Espírito de Deus habitando na alma do homem.

Ele está provando o fato de que exatamente ali onde ele esta, exatamente onde ele tem auto consciência, ali Deus pode ser experimentado.

O nome de Deus libera o poder do macrocosmo, onde quer que seja falado no microcosmo, e o homem torna-se mais semelhante à Deus quando ele diz: Onde Eu Sou, lá Deus é, e onde Deus é, lá Eu Sou.

O que está dentro deste nome? Tudo!

O nome de Deus contém a luz do ser do homem através da qual o microcosmo recebe o macrocosmo e "a alma magnífica o Senhor" Lucas 1:46

Cada vez que o homem pronuncia o nome Eu Sou, ele está oferecendo suas energias ao Eu Real e torna-se progressivamente mais Real, pois a lei dos ciclos afirma que ele irá receber em retorno mais do que ele enviou. "Atire seu pão sobre as águas, irás encontrá-lo após vários dias. Eclesiástico 11:1

O potencial criativo da energia que desce do macrocosmo para o uso do homem no microcosmo, aumenta quando as energias as quais ascenderam do microcosmo, são purificadas.

"E todo homem que tem esperança n'Ele, purifica a si mesmo, assim como Ele é puro" João 3:3

Pouco a pouco, diz o apóstolo, o Cristo vai sendo formado no homem, pouco a pouco, a Imagem sintética é substituída pela imagem Real. "Preceito sobre preceito, linha sobre linha" Isaías 28:10, o homem acorda do sonho da mortalidade para a consciência viva da sua identidade imortal, como o filho de Deus. E as marés de ilusão que avançam contra a sua espiritualidade são revertidas em seu curso.
-------------------

Aula de Mark Prophet. Tradução de Maria Lúcia Vieira.


Voltar