O QUE OS MESTRES ASCENSOS DIZEM SOBRE...

O BEM ABSOLUTO, O BEM RELATIVO E A MALDADE


 

Pérola de Sabedoria Vol. 15 No. 44 - Arcanjo Zadkiel - 1972

 

É nossa opinião, que a humanidade já há muito tempo deveria ter superado os aspectos de ódio humano, centrado em várias polaridades humanas. Afinal de contas, em sua ignorância, os indivíduos tomam partido em certos aspectos de política, religião, ciência, e em sua própria vida. Mantendo diferentes pólos de realidade e de irrealidade.

Quem entre a humanidade hoje, possui a capacidade de discernir entre o bem e o mal? Essa consciência daquilo que é bom, que inclui a consciência daquilo que é mal, sempre guiou a humanidade para longe do Éden.

A preferência pelo bem relativo, maior do que do bem absoluto, sempre negou a humanidade a oportunidade de comer da fruta da árvore da vida e viver eternamente, como um Ser Cósmico.

Pelo sentido humano de limitação, pela sua crítica, condenação, e julgamento de outros, o homem negou a si mesmo o direito de ser divino; e assim permitiu a si mesmo cair no sono, no caminho de volta ao Pai, e cair nos mesmos fossos que a humanidade vem caindo por milênios.

 

Zadkiel

 

(O bem absoluto está relacionado à vontade de Deus. Só Deus sabe o que é bom para todos e isso ocorre por que Ele está em todos os lugares e tudo sabe. Por esta razão, somente as mentes unidas ao grande UM, que é Deus, estão preparadas para agir em concordância com esta super mente que pode dizer o que realmente é bom e positivo.

Um exemplo disso é o Pai de um jovem, que é um dos maiores médicos de uma cidade, e ele é dono do hospital da cidade. Em sua consciência, ele pensa que o bom para seu filho, é ser um médico como ele, pois é lógico que herdará o hospital, e se não for médico, jamais saberá como cuidar de sua herança.

Ocorre que, Deus tem um plano completamente diferente para o seu filho. Nos planos de Deus, o rapaz deve se tornar um grande músico.

Nesta estória, o sonho do pai para o filho, é o bem relativo. Relativo à ilusão do pai, encarnado, e ignorante da verdade absoluta da mente de Deus.

O bem Absoluto, é a vontade de Deus, o único caminho capaz de levar felicidade para o rapaz e para toda a sua família. Você pode dizer: "mas o pai não está errado em querer isso para o filho".

Está sim, completamente errado, pois só a vontade de Deus é boa. Se ele confiasse mais em Deus, e orasse mais, poderia compreender melhor seu filho e encontrar aquele que foi o enviado por Deus para manter o trabalho do hospital.)

 


Pérola de Sabedoria Vol. 18  No. 42 - Arquéia Esperança - 1975

 

E estes feiticeiros que saíram da noite astral para convencer seus seguidores, pela aparência de direito, que sua maneira é da luz. Cuidado com as aparências!

Cuidado com o caminho que parece ser correto. O bem e o mal relativo não têm acesso a nenhuma prova da Verdade Absoluta.

Só a lei da justa causa pode produzir o efeito certo do Espírito Santo. Que vem com a cura em suas asas.

 

Arqueia Esperança

 

(Um bom exemplo que sempre dou sobre isso, é o caso do sujeito que ganha 30 milhões na loteria. Ele passa a sustentar toda a sua família e distribui dinheiro aos pobres. Seria esta, a vontade de Deus? Ou Deus teria outro plano para este dinheiro...

O bem relativo, é relativo à mente carnal e limitada do ser humano, que vive a fantasia de apenas uma de suas encarnações.

Imagine se Pedro Álvares Cabral tivesse se detido em sua aventura de descobrir o Brasil, por causa de familiares que não queriam que ele viajasse por um tempo muito longo, se arriscando em tamanha aventura. Talvez o Brasil não fosse o Brasil hoje.

Ah...., ninguém contou isso na história do nosso país...., mas pode ter certeza de que muita gente intima a ele, criticou sua aventura, tentando persuadi-lo a não viajar. O mesmo ocorreu com todos os que seguiram a vontade de Deus.

O intelecto humano, guiado pelo falso eu, o eu inferior que habita a mente humana, busca atrapalhar o plano divino de cada um externo a ele.

O lema da falsa hierarquia é “UM CONTRA TODOS, E TODOS CONTRA UM”, exatamente oposto ao lema da Grande Fraternidade Branca, que é “UM POR TODOS, E TODOS POR UM”

Assim, sempre que pensamos em decidir o que é bom para o próximo, e até mesmo para nossas vidas, precisamos pedir muita iluminação a Deus, para que não façamos carma negativo. Carma pesado que nos prende na Terra.

Já a alguns anos venho trabalhando o meu corpo emocional para deixar de reclamar quando algo sai errado. O habito de todos nós é sempre reclamar das coisas quando dão errado ou diferente do que esperávamos. Um mestre ascenso jamais reclama, e é neles que precisamos nos espelhar.)


Pérola de Sabedoria Vol. 30 No. 1 - Gautama Buda - 1987

 

Abençoados, as sombras rastejam e caem através da alma confiante (a alma que pensa que não precisa de Deus..).

Não importa o plano de ocupação, se no etéreo (etéreo inferior), ou, na densa Terra, uma vez que uma alma toma a decisão de estar na relatividade do bem relativo e do mal, (longe da direção direta da vontade divina), com base na posição e na defesa do seu próprio direito, "meus direitos", a partir deste momento, amados, a alma não consegue mais calcular nem a sua queda, nem a sua elevação (de seu nível de consciência). Outro além de si mesmo, deve relatar as idas e vindas, as ascensões e quedas da alma.

Esse outro e esse alguém, é o Mediador (O Santo Cristo Pessoal). Mas então, quem pode se aproximar do nível do Mediador? Por isso, nós enviamos instrutores mundiais para aquela zona entre a esfera dourada e, os planos do mal e dos espíritos imundos.

(As oitavas de luz, planos entre o céu e a terra. Os instrutores mundiais são Jesus e Kuthumi, e, os seus escolhidos, que foram treinados e enviados por eles, para divulgar os ensinamentos para a humanidade em todas as línguas.)

Os instrutores mundiais e o Guru vivo (os mensageiros), um, alguém, para encarnar a norma da Lei do EU SOU (os ditados dos mestres ascensos), e, aquele também para descer do plano do Cristo Pessoal (os mestres ascensos que nos deram os ditados).

Gautama


Pérola de Sabedoria Vol. 22 No. 5 - Saint Germain - 1979

 

Saint Germain delineia a estratégia de Armageddon: Que é permitir que as forças do bem e do mal relativo, lutem uns contra os outros, e anulem-se enquanto o Cordeiro, como a Palavra encarnada, está com os cento e quarenta e quatro mil que cantam sua nova canção, com os decretos dinâmicos, dia e noite.


- Os trechos dos ditados acima foram disponibilizados originalmente em inglês para os mensageiros Mark e Elizabeth Clare Prophet - Tradução e comentários entre (parênteses) de Paulo R. Simões

 


Voltar