DICIONÁRIO ESOTÉRICO


PALAVRAS :
SIGNIFICADO :

Gabriel

Arcanjo do 4 Raio de Deus. O anjo da anunciação. Foi ele quem comunicou a Mãe Maria o nascimento de Jesus Cristo. Ele é quem avisa a cada mulher grávida o nascimento de seu filho. Sua Chama Gêmea é a Arqueia Esperança.

 

Ganesha

Deus da sabedoria, filho de Shiva e Parvati, segundo diz a lenda, Ganesha perdeu sua cabeça humana e esta foi substituída por uma de elefante. Ele é um eliminador de obstáculos.

Conheça nossa pagina sobre Ganesha, clique aqui

 

Gautama Buda

 

Gautama alcançou a iluminação de Buda a 25 séculos, a senda por ele trilhada ao longo de inúmeras encarnações anteriores, que culminaram em sua meditação de 49 dias sob a arvore Bo, por isto ele é chamado de Gautama, o Buda.

Ele detém o cargo de Senhor do Mundo, sustentando com seu Corpo Causal e a Chama Trina, a centelha e a consciência divina para as  evoluções da Terra, que estão aproximando-se da senda da Cristicidade pessoal.  Sua aura de Amor/ Sabedoria que envolve o planeta, provém de sua incomparável devoção à Mãe Divina. Ele é o hierárca de Shamballa, o retiro original de Sanat Kumara, atualmente no plano etéreo sobre o deserto de Gobi. Em 18 de abril de 1981, o amado Gautama estabeleceu sua Shamballa Ocidental nas terras virgens norte-americanas, na fronteira norte do Parque Nacional de Yellowstone, no retiro interior do Rancho do Royal Teton.

 

Gematria

Divisão da Kabala prática, a Gematria mostra os valores numéricos das letras do alfabeto Hebraico e as analogias entre palavras e frases.

 

Gnomos

Elementais da Terra, nome derivado do grego Genomus, significando habitantes da terra. Os Gnomos trabalham tão próximo da faixa vibratória da Terra material, que possuem um poder imenso sobre suas rochas e sua flora, e também sobre os elementos minerais nos reinos humanos e animal.

São também Gnomos os Duendes que trabalham com pedras, gemas preciosas e os metais, e supõe-se que sejam guardiões de tesouros ocultos, os Silvestres, Sátiros, Pans, Dríades e Hamadriades guardam as plantas e arvores pequenas, os Durdalhes, os Elfos e os Brownies (os Gnomos do bem, ou homenzinhos da floresta ). Uma fabulosa raça de pequenas criaturas que habitam o subsolo e cujo corpo seria constituído da própria energia magnética emanada pelas matérias sólidas do planeta. Paracelso designava como gnomos, as criaturas com capacidade de mover-se dentro da terra tão facilmente como os peixes movem-se na água.

Os Gnomos são responsáveis pelas pedras e pelo solo, os Duendes e os Elfos, espécies de gnomos, responsáveis pelas plantas. Segundo os clarividentes, os gnomos vestem-se de cores escuras, cinza ou marrom, e são guardiões dos tesouros do subsolo. Os Gnomos que servem no plano físico, bem atrás do véu ou espectro da visão comum, sendo possível vê-los de relance e tendo certeza de ter visto algo. Os Gnomos governam e preservam o corpo da terra ou físico, mantêm o equilíbrio das forças naturais do planeta e vêem que todas as necessidades diárias de todos os seres vivos sejam atendidas.

É o Gnomo que faz com que um animal que esta com sede no deserto caminhe em direção à água que procura, mesmo que morra na busca, o animal sempre esta na direção certa. O Gnomo que cuida do corpo físico do ser humano é conhecido como Corpo Elemental, este Gnomo mede cerca de 50 cm e veste-se e age como o ser humano que cuida, ele é o responsável direto pelas curas de problemas físicos. O corpo elemental nos ama tanto que chega a imitar os nossos defeitos e maneira de ser e agir.

 

Gnose

Conhecimento, sabedoria; Conhecimento esotérico e perfeito da divindade, e que se transmite por tradição e mediante ritos de iniciação. O gnosticismo é o ecletismo filosófico-religioso surgido nos primeiros séculos da nossa era e diversificado em numerosas seitas, e que visava a conciliar todas as religiões e a explicar-lhes o sentido mais profundo por meio da gnose. [São dogmas do gnosticismo: a emanação, a queda, a redenção e a mediação, exercida por inúmeras potências celestes, entre a divindade e os homens. Relaciona-se o gnosticismo com a cabala, o neoplatonismo e as religiões orientais.]

 

God Free Ray King

Mestre Ascenso que  em sua ultima encarnação foi Guy Ballard,  Mensageiro da Grande Fraternidade Branca e fundador do Movimento I AM. Saint Germain ditou através dele 3 jóias da literatura esotérica, "A Presença Mágica EU SOU" "Mistérios Desvelados" e "O Livro de Ouro de Saint Germain. Saint Germain apareceu para Guy Ballard no início de 1930, na base da Montanha Shasta nos USA Califórnia, dando-lhe o primeiro ensinamento sobre a Chama Violeta.

 

Golden Dawn

Sociedade hermética que ensina as ciências ocultas e os ensinamentos do Mestre egípcio Hermes Trimegistro. O iniciado na escola de mistérios de Golden Dawn adquire conhecimento da luz interior  e da verdade cósmica esotérica.

 

Graça

Dom ou virtude especial concedido por Deus como meio de salvação ou santificação; benção; dom da vida; o termo desgraça significa a não graça ou benção divina.

 

Grande Diretor Divino

 

Mestre Ascenso cuja realização da consciência cósmica qualifica-o à personificar a chama da direção divina em prol das evoluções da terra e das inúmeras outras ondas de vida. Fundador da casa de Rakoczy, instrutor de Saint Germain, patrocinador e Manu da futura sétima raça raiz, este Ser Cósmico mantém um foco na Gruta da Luz, na Índia, e em seu retiro na Transilvânia, foco de liberdade para a Europa.

O Grande Diretor Divino representa o Primeiro Raio no Conselho do Carma. É também conhecido como Mestre R. Quando solicitado, ele nos ajuda a encontrar  e realizar nosso plano divino.  

 

Grande Fraternidade Branca

A Grande Fraternidade Branca é a fraternidade dos Santos, Sábios e Mestres Ascensos, de todas as eras  oriundos de todas as nações raças e religiões que tornaram a unir-se ao Espírito do Deus vivente e que formam os exércitos dos céus, juntamente com os 144.000 seres de Vênus que se juntaram ao amado Sanat Kumara para libertar a terra das trevas. O termo branca refere-se a aureola de luz branca que envolve os seus corpos por serem seres iluminados.

Fazem também parte da Grande Fraternidade Branca,  chelas dos Mestres Ascensos que não atingiram a ascensão. O objetivo desta fraternidade é manter acesa a chama da sabedoria, do amor e do poder de Deus na terra, a Chama Trina.

Confira nossa página clique aqui

 

Grande Sol Central

Também chamado de Grande Centro, é o centro do cosmo; ponto de integração do cosmo Espirito-matéria. Ponto de origem de toda criação fisico-espiritual; o núcleo, ou núcleos de fogo branco, do Ovo Cósmico. "A  Estrela Divina Sirius, é o foco do Grande Sol Central em nosso setor da galáxia". O Sol por trás do Sol é a causa espiritual por trás do efeito físico que vemos como nosso próprio sol físico  e de todas as outras estrelas e sistemas estelares, visíveis ou invisíveis, incluindo o Grande Sol Central.

O Sol por trás do sol do cosmo é percebido como O Cristo Cósmico - a Palavra através do qual o que não tem forma foi imbuído com forma a mundos espirituais foram revestidos de forma física. da mesma forma, o Sol por trás do sol é o filho de Deus individualizado no Cristo Pessoal, reluzindo em todo o seu esplendor por traz da alma e de seus invólucros interpenetrantes de consciência, chamados de  quatro corpos inferiores.

É o filho do homem "o Sol" de toda a manifestação de Deus. O Sol por trás do sol, é citado como o "Sol da probidade" capaz de curar a mente, iluminar a alma e toda a sua casa e como "a Glória de Deus", a LUZ DA CIDADE  QUADRANGULAR, mat 4.2 ap 21:33

 

Gruta dos Símbolos

Retiro etéreo e físico do Mestre Saint Germain, localizado em  Table Mountain, nas montanhas rochosas, nos arredores do Wyoming, USA. Os iniciados do sétimo raio são levados para lá em seus corpos sutis para se prepararem para a ascensão. Aqueles que estão aptos recebem os ensinamentos diretamente do Mestre alquimista, sobre os mistérios sagrados da Cristicidade e a ciência e tecnologia da nova era.

Nos laboratórios de química e eletricidade deste retiro, cientistas estão aperfeiçoando formulas e invenções que tiveram permissão de retirar de cidades hermeticamente seladas no fundo do oceano atlântico, protegidas desde o afundamento da Atlântida. Saint Germain é o guardião dos registros das realizações cientificas e espirituais avançadas de antigas civilizações, que serão apresentadas na era de ouro de aquário – para a qual Saint Germain e seus estudos de alquimia abrem as portas. Três focos na Gruta dos Símbolos destinam-se a auxiliar as almas no processo de ascensão: O Acelerador Atômico, O Espelho de Cristal e a Esfera de Luz. 

  

Guardião dos Pergaminhos

O anjo encarregado dos anjos do registro. Atribuídos a cada corrente da vida. O guardião dos pergaminhos é aquele que tem a custódia dos arquivos contendo o livro da vida de cada homem. É sua responsabilidade apresentar aos Mestres Ascensos e ao Conselho do Carma, o registro da vida de toda e qualquer encarnação de uma alma em evolução, a respeito da qual eles podem querer obter informações.

Essas informações são utilizadas não apenas no julgamento final da alma, mas também para aconselhamento e atribuição das tarefas da alma e também de sua missão, de uma existência para a outra. Estes registros da vida, também são usados para assegurar dispensações (de misericórdia ou talentos) iniciações ou atribuições de um encargo na hierarquia ascensa ou não ascensa da Grande Fraternidade Branca. (Ver anjo do registro). (f)

 

Guru

do sânscrito "gu", trevas; e "ru", o que dissipa. Aquele que dissipa as trevas; Instrutor espiritual; mestres nas doutrinas éticas e metafísicas; pessoa digna de veneração e respeito.

SOBRE O GURU - por RAJINDRA - Devota de BABAJI

 

Quem é o guru, esta figura milenarmente respeitada pela sociedade indiana? O que significa esta palavra que foi amplamente disseminada no ocidente na última centúria e que tem adquirido conotações por vezes bastante insólitas?

 

A silaba "Gu" significa escuridão, aí reside Maya, com os véus que criam a ilusão. "Ru" significa luz, é onde o Senhor Supremo destrói a confusão de maya. O guru é Brahman, a Suprema Divindade, é Vishnu, é Maheshwar, é o Om, é o Eu Sou.

 

Este Guru é o Satguru, o guru de todos os gurus, o guru do universo. Ante Ele eu me prostro, pois Ele é o oceano de bem-aventurança, conhecimento e misericórdia.

 

No começo da busca espiritual é praticamente impossível o contacto com este Guru Supremo, que é o próprio Deus. O neófito precisa de alguém que capitaneie sua alma na travessia do oceano do Samsara e somente uma alma iluminada pode iluminar outra alma. E esta alma é o guru.

 

Ele remove os obstáculos e os véus de ignorância, transmuta a natureza inferior e mostra o caminho para a imortalidade e a divindade. Este é o papel do verdadeiro guru pessoal, ele é alguém que realizou Deus, é uno com Deus. Conhece por experiência o trajeto que leva ao destino almejado.

 

O guru não é um mestre, ele não corporifica o êxtase. Não é um professor, ele não ensina nada, não está preocupado com a doutrina e os princípios. Não é um instrutor, não está interessado no ofício. Ele é o caminho para o mundo transcendental, mas é o buscador que deverá trilhá-lo. Ele é a ponte, mas é o buscador que deverá atravessá-la.

 

Ele é a beirada do precipício, mas é o buscador que deverá dar o salto. Ele é acima de tudo uma presença que purifica tudo ao seu redor, inspira devoção e eleva a alma. Sua simples companhia proporciona saber espiritual e iluminação. Ele é a mão estendida que segura a mão do buscador que se encontra preso no portal entre os mundos e o conduz para uma realidade transcendente.

 

O verdadeiro guru não é um homem comum, ele representa a manifestação de Deus numa forma pessoal para guiar aquele que aspira o desenvolvimento espiritual. Ele é a graça de Deus que tomou a forma de guru. Sua atual existência é resultado de intenso serviço, devoção e meditação praticados nesta e em outras vidas já passadas. Com certeza ele também já foi guiado por um guru. Sua vida presente é efeito de um contínuo desenvolvimento espiritual.

 

Swami Shankara, o maior filósofo indiano do século XI, explicou o guru dizendo que não existe, em nenhum dos três mundos, nada que se possa comparar a um verdadeiro guru.

 

Se a pedra filosofal realmente existe, ela só pode transformar ferro em ouro e não, em outra pedra filosofal. O verdadeiro guru, por outro lado, torna igual a si próprio, o discípulo que busca refúgio a seus pés. O guru portanto, não só é incomparável, como também é transcendental.

 

Paramahansa Yogananda - que através de seus livros me introduziu no transcendental conhecimento sobre Babaji, e por isso o reverencio e sou profundamente grata, ao descrever as características do guru, disse que o guru é o Deus desperto que acorda o Deus adormecido no discípulo.

 

"Por ver o próprio Senhor em todos os seres, o guru procura alimentar o Deus faminto no carente, animar o Deus adormecido no ignorante espiritual, amar o Deus inconsciente no inimigo, acordar o Deus semi-desperto no devoto fervoroso." - Paramahansa Yogananda

 

Com o toque de seu amor, ele desperta instantaneamente o Deus quase desperto no discípulo adiantado. É o mais generoso dos homens, como o Senhor sua generosidade não conhece limites.

 

"O guru não é o corpo físico. Ele a graça outorgando o poder divino. O guru é o supremo ser interior. O guru é o OM". - Shri Swami 1O8 Fakiranand

 

RAJINDRA

 

(f)


VOLTAR