DICIONÁRIO ESOTÉRICO


PALAVRAS :
SIGNIFICADO :

Halo

Luz ao redor da cabeça dos santos e puros, seres humanos que atingiram a harmonia e pureza divina, elevando as energias do kundalini para a cabeça ou chakra da coroa.

 

Halloween

é uma festa das bruxas e do mal que acontece todo dia 31 de outubro, dia que antecede ao dia  de todos os Santos. A festa das bruxas, começa ao anoitecer e tem seu  ponto máximo à meia noite. Esta é uma festa das trevas para tirar a luz/ energia dos filhos de Deus na terra, Halloween quer dizer literalmente, "O Dia que antecede o dia de todos os Santos".

Halloween é o momento da união de seres do mal, para sugar as energias do bem e não deveria ter filhos da luz participando desta festa, mesmo que participem sem a intenção e o conhecimento maligno.

Com as festas de Halloween, vemos muitas crianças e filhos da Luz vestidos de vampiros e bruxas, o que é um grande engano e uma verdadeira troca de papéis. A festa que tem sua origem na Inglaterra e é muito divulgada por norte americanos em filmes de Hollywood, com crianças que batem às portas de seus vizinhos dizendo "Trick or Treating" significando "Guloseimas ou Maldades".

Veja também o significado da palavra  bruxa em nosso dicionário.

 

Hamadríade

Ninfa dos bosques, que nasce e morre com a arvore que lhe é destinada. (ver gnomos)

 

Harmonia

O caminho mais rápido para Deus; harmonia é alegria e decisão; só atinge a Harmonia quem toma a decisão reta de seguir sem duvidas no coração; Harmonia é pureza e limpeza; disposição bem ordenada entre as partes de um todo; proporção, ordem e simetria; acordo; conformidade; paz.

 

Hélios

O Sol, o Deus Sol, Hélios e sua chama gêmea Vesta são a hierarquia máxima do sol do nosso sistema solar, eles são os representantes de Deus Pai-Mãe para a nossa Galáxia.

 

Hécules e Amazonia

Hercules é o Elohim do primeiro raio (o raio azul) do poder, da fé, e da vontade divina. "No início" quando o Deus lançou o Fiat "deixe que haja a Luz," era Hercules que convocou os poderosos Elohim  e os construtores da forma para ir em frente e precipitar o plano divino do Logoi Solar. Embora hajam muitos Elohim, Hercules, juntamente com sua consorte, Amazônia, é um dos sete pares de Elohim servindo ao nosso sistema de mundos, neste momento.

 

Hermes Trismegisto
(Trismegistus)

o "três vezes grande. Hermes, o egípcio" deu o nome à filosofia hermética. No Egito, é o Deus Thot. É também o nome genérico de muitos antigos escritores gregos que trataram da filosofia e alquimia. Entre seus principais livros estão  "o caibaleon" e "a tábua das esmeraldas". Ele é o pai da alquimia. Foi dele que veio o precioso axioma "O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima." que muito elucida a compreensão da lei cósmica. Ele atualmente é o Deus Mercúrio, e lidera as Legiões de Mercúrio.

Hexagrama

Figura formada por seis partes. Também se chama estrela de seis pontas à estrela de David.

A estrela de seis pontas; o triângulo duplo; o selo de Salomão; na Índia é chamado o sinal de Vishnu, "O emblema do Trimurti, o três em um. O triângulo com seu ápice para cima, indica o princípio masculino, o ápice para baixo, indicando o  feminino; os dois que ao mesmo tempo representam, o Espírito e a Matéria."

A estrela de seis pontas é encontrada em representações simbólicas na mais antiga cosmogonia. Quando a estrela de seis pontas é formada de dois triângulos eqüiláteros entrelaçados  -- um branco, com o ápice apontando para cima, o outro preto, com o ápice apontando para baixo, ambos os triângulos colocados simetricamente com relação ao  ponto central -- e a dupla figura cercada por um círculo, este sinal representa o universo, o espírito e a matéria, o alfa e ômega no cosmos, a involução e a evolução. Na apresentação Cabalística da figura, em vez de um círculo envolvendo a estrela, uma serpente é retratada engolindo sua própria cauda, como no selo da Sociedade de Teosofica.

Este é o símbolo egípcio do tempo e da eternidade, e dos ciclos que sempre retornam: do nascimento e da morte, do manvantara e do pralaya, para quem o universo e todos os seres dentro dele estão sujeitos. Na teosofia isto simboliza além das seis forças ou poderes da natureza, dos seis planos cósmicos, princípios, etc., todos sintetizados pelo sétimo, o ponto central dentro da estrela. A cruz ansata simboliza o Espírito mergulhado na Matéria e nela está crucificado, porém que ressuscitou da morte permanecendo triunfante nos braços do vitimário já vencido e, por isso, é considerada a "Cruz da Vida", o símbolo da Imortalidade.

A serpente que morde a própria cauda é o milenar símbolo da Eternidade, o círculo sem começo nem fim em que todos os universos crescem e declinam, nascem e morrem. Ao redor do símbolo o lema do Maharâja de Benares: Satyât nâsti paroDharma ("Não há Religião superior à Verdade").

A Grande Fraternidade Branca explica que a o triangulo em ascensão significa a busca da alma em encontrar o Espírito Santo divino simbolizado pelo triangulo que desce. O encontro dos dois triângulos gera o renascimento pelo casamento alquímico entre a alma e o Espírito Santo. A capacidade da alma de se auto ascender totalmente capaz de controlar suas energias alfa e ômega no próprio ser.

 

Hierarquia Angelical

Existem três ordens angélicas, classificando os anjos dos mais próximos aos mais afastados de Deus ou do poder divino.

Os mais próximos de Deus:

Ordem dos Serafins – São representados com seis asas, rodeados por chamas de fogo; possuem poderes de purificação e iluminação. Propagam o principio da vida universal e manifestam a gloria de Deus. São liderados por Justinius. Podemos invocar-lhes os poderes da perfeita caridade divina.

Ordem dos Querubins – Tem quatro asas, criaturas de quatro rostos acompanhadas de rodas turbilhonantes, como conta a bíblia. São dedicados a expansão e proteção da chama do amor, empunhando a espada e o julgamento do Raio Rubi e do Espírito Santo.  É aqui que encontramos a graça divina para deixarmos o caminho dos fracos e conseguir seguir o caminho da perfeição do Cristo Cósmico.

Ordem dos Tronos – Representados por uma roda de fogo, zelam pelo Trono de Deus e oferecem ao homem o sentido de união. Abençoam-nos com a introdução em nossos corações do verdadeiro e sincero espírito da humildade.

Os Sacerdotes Príncipes da corte celestial:

Ordem dos Domínios ou Dominações – aspiram a verdadeira soberania e tem como símbolos o cetro e a espada que representam o poder divino sobre toda a criação; despertam no homem a força para vencer o inimigo interior, dominando os sentidos e subjugando as paixões indomáveis.

Ordem dos Poderes ou Potestades – Protegem a humanidade dos inimigos exteriores, são responsáveis pela ordem; aparecem com espadas flamejantes e são os responsáveis pelos quatro elementos (fogo, ar, água e terra). Protegem nossas almas das armadilhas e tentações dos demônios.

Ordem das  Virtudes ou Autoridades – Traduzem a vontade de Deus, são responsáveis pelo reino mineral e oferecem ao homem o discernimento para não cair em tentação.

Os Anjos Ministrantes:

Ordem dos  Principados – Os anjos da obediência divina, carregam cetros e cruzes e sua principal missão é vigiar as lideranças, já que conferem a submissão do homem a todas as coisas, enchem os corações dos humanos com o verdadeiro espírito da obediência. Eles são os responsáveis pelo reino vegetal.

Ordem dos  Arcanjos – Hierarquia máxima do reino angelical, por ter passado com êxito em iniciações avançadas que o qualificam para comandar anjos menores e legiões angélicas; anjo que possui a Chama Trina, assim como o ser humano, tem a capacidade de co-criar com Deus; o líder dos Arcanjos é o Arcanjo Miguel, também conhecido na bíblia como comandante dos exércitos do Senhor Deus.  Também chamados de Espíritos Planetários. Ministram ao homem perseverança na fé e em todas as boas obras para que possam ter a glória do Paraíso.

Ordem dos Anjos – Seres de luz responsáveis pela gênese do homem e sua evolução espiritual; são os mensageiros de Deus para o homem, sua missão é proteger e guiar o homem na glória eterna do além. Não ocupam postos ou atribuições especiais no exercito celestial.

Os anjos são o verdadeiro Espírito divino, Arauto, predecessor divino; mensageiro enviado por Deus para entregar sua Palavra a seus filhos. Espíritos assistentes enviados para cuidar dos herdeiros do Cristo – para consolar, proteger, guiar, fortalecer, ensinar, aconselhar e alertar. Cortes de luz a serviço dos seres cristicos, filhos e filhas de Deus, em todo o cosmo. Um ângulo da consciência de Deus – um aspecto de sua própria consciência; um ser criado por Deus a partir de sua própria Presença flamejante para servir a vida na forma. 

As hostes angélicas abrangem um tipo de evolução diferente da humanidade, com a sua individualidade flamejante e a pureza de sua devoção à divindade e aos arcanjos e hierárcas sob cujo comando servem. Sua função é concentrar, acelerar os atributos de Deus em prol da criação.

Ministram as necessidades da humanidade, magnetizando a luz para as auras dos homens, intensificando sentimentos de esperança, fé e caridade, honra, integridade, coragem, verdade e liberdade, misericórdia e justiça e todos os aspectos da clareza cristalina da mente de Deus.

Os anjos encarnam e estão entre nós como nossos melhores amigos e ajudantes, mesmo quando nos são totalmente desconhecidos. Como disse o autor de Hebreus “Não deixem de acolher estranhos; pois alguns receberão anjos sem o saber”.

 

Hierarquia Cósmica

A cadeia universal de seres individualizados livres em Deus que satisfazem os atributos e os aspectos da Individualidade infinita de Deus. Incluídos no esquema hierárquico cósmico estão os Logos Solares, Elohim, Filhos e Filhas de Deus, Mestres ascensos e não-ascensos, com seus círculos de chelas, Seres Cósmicos, as doze hierarquias solares, Arcanjos e anjos do Fogo Sagrado, filhos da Luz e espíritos da natureza chamados de elementais, e chamas gêmeas da polaridade Alfa-Ômega, patrocinadores dos sistemas planetário e galáctico. 

Esta ordem universal da própria Auto-expressão do Pai, constitui o meio através do qual Deus, no Grande Sol Central, promove a descida da Presença e do Poder de seu Ser/Consciência Universal, a fim de que as evoluções no tempo e no espaço, da menor até a maior, possam conhecer as maravilhas de seu Amor. 

O nível de realização espiritual/física de cada um – medido pela própria consciência equilibrada “oculta no Cristo em Deus” e demonstrando a sua Lei, por seu Amor, no cosmo Espírito-Matéria – é o critério que estabelece a posição de cada um nesta escada da vida chamada hierarquia. 

No século III, Orígenes de Alexandria estabeleceu sua concepção de uma hierarquia de seres, de anjos a seres humanos e demônios e feras. Este renomado teólogo e erudito dos primórdios da Igreja, que estabeleceu o fundamento básico da doutrina do Cristo, sobre cujas obras subsequentes os patriarcas, doutores e teólogos da Igreja erigiram suas tradições, ensinando que as almas recebem seus respectivos cargos e deveres com base em ações e méritos passados, e que cada uma tem a oportunidade de ascender ou descer na hierarquia. 

Muitos seres da hierarquia celestial são citados no Livro do Apocalipse. À parte da falsa hierarquia do Anticristo, incluindo os anjos réprobos, alguns membros da Grande Fraternidade Branca apontados por Jesus são Alfa e Ômega, os Sete Espíritos, os anjos das sete igrejas, os Vinte e Quatro Anciães, as quatro bestas, os santos de mantos brancos, as Duas Testemunhas, o Deus da Terra, a Mulher vestida com o Sol e seu Filho Varão, o Arcanjo Miguel e seus anjos, o Cordeiro e sua esposa, os 144 mil que têm o nome do Pai escrito em suas testas, o anjo do Evangelho Eterno, os sete anjos (isto é, os Arcanjos dos sete raios) que estavam diante de Deus, o anjo vestido com uma nuvem e um arco-íris sobre a cabeça, os sete trovões, o Fiel e Verdadeiro e seus exércitos, e aquele que está sentado no grande trono branco. (f)

Hierofante

Do grego hierofantes, que significa literalmente "o que explica coisas sagradas" o revelador da ciência sagrada e chefe dos iniciados.

 

Himalaya

O Senhor Himalaya e sua consorte são os Manus da quarta raça da raiz. O senhor Himalaya mantém um retiro (o Retiro da Lótus Azul) no plano etéreo sobre os Himalayas.

 

Hipnotismo

Nome dado pelo dr. Braid a vários processos, graças aos quais, uma pessoa dotada de grande força de vontade, submete a outra, de animo mais débil, em uma espécie de transe, no qual executará tudo o que seja sugerido pelo hipnotizador.

A menos que o hipnotismo seja produzido para fins benéficos, os ocultistas o denominam, feitiçaria ou magia negra. É a mais perigosa de todas as praticas moral, física e espiritualmente, pois exerce uma influencia danosa sobre o fluido nervoso, sobre os nervos que regulam a circulação sanguínea dos vasos capilares e sobre o chakra do terceiro olho.

A Grande Fraternidade Branca não aprova hipnose de espécie alguma, nem mesmo a auto hipnose, por ser uma atividade do reino psíquico.

 

Horóscopo

(Veja Astrologia)

 

Hostes

Hostes de Deus, exército de Deus. Hostes angelicais, tropas do exército de Deus. Hoste é o antônimo de inimigo.

 


VOLTAR